quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

"CORantes do pincel"

Cada traço pode ser olhado de múltiplas formas. Cada quadro é o despertar para uma realidade do subconsciente. A luz, a forma e a cor transportam-nos para um número (in)finito de construções que o olhar, individual,percepciona. Em cada ponto visionamos um equilíbrio que os modelos transformam na nosso mente. Aqui não temos que olhar o que nos é comum mas o que nos conduz a uma visão mais lata de tudo quanto nos rodeia. Cada pintura é mais do que aquilo que conseguimos fotografar. É aquilo que nós queremos em cada momento. É o que se pode ver em cada tela apresentada pelo artista...

Sem comentários:

Enviar um comentário